sábado, 11 de junho de 2011

W.C.


W.C.

O amor está no ar. Este é o climinha dengoso que está pairando por todo canto. Todo mundo quer um colo quentinho e gostoso onde se recostar neste domingo. Dia dos namorados. Presentes e mais presentes. Alguém já pensou que posso ser um bom presente também? Ahh o dia dos apaixonados..

Mas quando chegar a noite todo mundo vai querer mesmo é deixar o romantismo de lado e ter uma boa noite de sexo, suor e gozo. É ai que vão lembrar de mim..

Eu ia em Brasília esta semana, subir a rampa do presidente. Mas babou. Mudança de planos. Imprevistos acontecem. Brasília fica pra outro dia.

Aos que acompanham minha sina aqui no blog, digo que estou um pouco mais relaxado esses dias. Passei no exame do DETRAN, agora tenho "porte de arma".

Mas vamos ao que interessa. Existem várias maneiras de se trabalhar como um garoto de programa. Tem aqueles que ficam nas ruas esperando serem abordados por um cliente na calada da noite. Os que vão onde o cliente está, seja numa boate, bar, cidade vizinha, sauna gay, festa de celebridades, festa de largo, big brother. E aqueles que anunciam seus serviços em jornais, sites, e outros meios de comunicação.

Eu anuncio meus serviços num site de acompanhantes de Salvador. Um jornal virtual. Lá tenho algumas fotos, informações e meu número para contato.

Não, meus queridos e queridas, não freqüento "saunas", casas de massagem, banheiros de shopping, boates ou algo do tipo. Confesso que muitos garotos de site acabam freqüentando essas saunas, mas eu não sou um deles.

Não repudio essa vertente de trabalho, mas sei que nesses lugares o preço por este serviço é menor. Muitos clientes ligam pra mim e perguntam se vou a alguma sauna. Não. Nem sei onde ficam e como funcionam. E não tenho vontade nenhuma de conhecer.

Acho que todos vocês que já lêem isso aqui há algum tempo sabem o quanto sou contra a desvalorização deste trabalho. Não acho digno pagarem tão pouco por uma entrega tão grande. É o meu mundo que estou abrindo a você, e ele não vale só alguns trocados.

A mesma coisa acontece quando ligam e dizem "Tenho tanto aqui, topa?" Não. Junte mais um pouco e ligue de volta. Não acho interessante falar de valores aqui no blog, mas às vezes é bom dar um puxão de orelha.

Você realmente acha justo pagar 100, 150 reais pelo meu mundo? Meu mundo. Meu rosto. Meu corpo. Minha voz. Meu suor. Minha intimidade. Meu sexo. Minha respiração. Meu tesão. Minha carne dura entre suas coxas. Todas as coisas que tenho que me desprender para estar ali com você, dividindo meu mundo com você. Meu mundo.

E tenho prazer em dividi-lo com você, mas tudo no mundo é uma troca. E se a troca não for justa, não vale à pena. Claro, que cada um tem o que merece. Cada um tem seu preço. Cada um sabe do que pode oferecer, e os números podem acabar se reduzindo também. Pra toda procura existe uma oferta.

Mas pra toda oferta também existe uma procura, e se você procura algo bom, valorize o serviço, que eu valorizo o que posso fazer por você também.

Outro dia fui num daqueles banheiros de shopping. Um lugar que deveria ser seguro para quem usa. Mas não acredite nisso. A qualquer momento pode vir um e "vuuuuco" no seu bilau. Ninguém está seguro rsrsrs..

Venho reparando nisso há muito tempo. O mundo está perdido. Entrei num daqueles cubículos para urinar, na paz do senhor. Dai de repente vejo uma sombra se aproximando do chão do cubículo vizinho. Aquele vão entre os vasos deve ter sido inventado por algum [arquiteto mais "alegre" ¬¬] .. Aliás, o banheiro masculino todo foi criado por um gay [Gay pode?]. Aquela porra de enxugar a mão com ventinho quente. O espaço entre os vasos presos na parede dá até pra sacudir o pinto do vizinho "Opa, desculpa, pensei que fosse o meu.". Imagina.

Então a sombra foi se aproximando, aproximando, até que um nariz surgiu pelo vão entre os cubículos de mijar. Não gosto desse tipo de coisa. Dei um chute de leve na madeira da divisória, próximo ao nariz invasor, para afastá-lo. Praguejei alguma coisa machista enquanto o tarado fugia sorrateiramente do banheiro.

Depois eu rio disso tudo, é claro. Não sou preconceituoso. Mas acho nojento essa prática de suruba, meus amiguinhos. Não se ofendam, sei que o boquetinho no banheiro está cada vez mais rotineiro, mas não acho correto. E às vezes isso rola na cara de pau mesmo, com pessoas em volta e tudo. Já devo ter presenciado uma ou duas vezes um carinha fazendo "quibinho" no outro. Quer dar a bundinha, dê com classe.

Tem um blog de um carinha que converso na internet, onde ele fala dos melhores banheiros em shoppings para se fazer essas coisas, com horários e estratégias de paquera. Onde esse mundo vai parar. Vamos todos arder no mármore do inferno.

Não amiguinhos, não façam quibinho no pinto do coleguinha do lado. Não chupem aquele pau que acabou de mijar. Não olhem por baixo da porra do vão do banheiro quando eu for fazer pipi. Não é tendência, não é bacana.

Daqui a pouco vão ter que fazer mais um banheiro. Vai ser um de menina. Um de menino. E o do boquetinho.

E parece que a matéria do "garoto" do blog vai sair na segunda-feira, duas páginas ao que tudo indica, nem estou me achando. Aviso antes o nome do Jornal e o dia certo.

Estou pensando em abrir uma sessão no blog para postar alguns emails que me mandam, como um mural de recados. Sejam bonzinhos, só aceito elogios tá, rsrsrs.

Mudei uma configuração do blog também, agora qualquer um pode comentar aqui sem precisar se cadastrar, fazer perfil disso ou daquilo, criar uma conta, nada. Basta só clicar e comentar. De forma discreta e simples.

Tem gente me cobrando mais textos com os encontros com os clientes. E tem até aqueles querendo fazer de tudo para terem seus bumbuns lembrados aqui. E eu prometo que quando o livro sair e o filme também, vou falar de todo mundo. Prometo. Será um livro mais grosso que O Senhor dos Anéis.. 

A foto do texto de hoje é da tabela de estatísticas do blog. Com a contagem e origem das visitas do mundo todo. Achei interessante saber que no Irã tem gente lendo isso aqui. Um beijo pro Irã.

Bom, despeço-me agradecendo o enorme espaço que estão me dando no coração de vocês. É uma honra fazer parte do seu mundo..

Gabriel Ferrari.

6 comentários:

  1. Isso que é um garoto culto, bem criado e educado!
    Repudia essas pegações nojentas, de quem não se dar valor. Sabe bem da lei da oferta e demanda e ainda fala sobre tudo isso com muito charme...e concordo com você sobre os valores, não tem que ser barato mesmo não, mas um cartão fidelidade ajuda hahahah zuando.

    ResponderExcluir
  2. Grande Gabriel... saudade de vc e do nosso papo do dia q nos encontramos... Domingo noite, dpeois de um final de semana de trbalho, só mesmo vc pra me relaxar... Abraço,
    Peu

    ResponderExcluir
  3. rapaz,

    só queria te parabenizar pela escrita. acho válido que tenhas vontade de escrever e, pelo jeito, não és mais um "corpo". ès também uma mente a mais nesse mundo. Verifico religiosamente todos os dias procurando por atualizações nesse blog. já é minha rotina rs

    por favor não pare de escrever. ahh, não pare também de fazer o que faz de melhor... rs

    abraço
    Tiago Souza

    ResponderExcluir
  4. E você acha justo que eu receba menos de 30 reais por hora/aula (sem contar os planejamentos de aula) para dividir com as pessoas o conhecimento que levei tanto tempo e fiz tanto esforço para conquistar? Quanto tempo, dinheiro e suor você investiu para ser isso daí que você é? Trepar é muito fácil, meu caro...

    ResponderExcluir
  5. Não tenho culpa se o país é do jeito que é, se um professor ganha pouco por ter estudado tanto. Se um médico ganha menos do que merecia por salvar uma vida. Não sou culpado disso. Eu queria muito que todos fossem bem remunerados de acordo com os que merecem.

    Mas eu não sou prefeito, governador, nem presidente.

    ResponderExcluir
  6. Muito bem, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Umas horas com você deve valer anos de conhecimento, rsrsr. O prof que comentou acima deve ter pau pequeno, kkkkk.
    Brincadeiras à parte, adorei seu blog. Sucesso.
    Dá um pssadinha lá no meu [sem duplo sentido, rsrs]. Vou ficar muito honrado; se vc comentar então, vai ser orgasmo total! Abraço

    ResponderExcluir