segunda-feira, 9 de maio de 2011

Tô pagaaaanu..







Tô pagaaaanu..

Li numa revista que quem mantém uma vida sexual ativa (três vezes por semana) pode rejuvenescer a aparência em até 12 anos. Incrível, então mais um pouco e eu volto a ser um espermatozóide.

Fiquei meio sem tempo de escrever esses dias. Acabei postando aqui alguns textos que escrevo nas horas vagas, textos onde não relato o dia-a-dia do Gabriel. Só pra encher chouriça mesmo rsrsrs. Que bom que gostaram.

E pra aqueles que perguntam sempre, não, não fiz faculdade. Ainda. Quero tentar Publicidade, agora nos próximos vestibulares.

O gosto por escrever veio desde sempre. Sempre fui mais introspectivo, mais pra dentro. Quando eu tinha uns poucos aninhos de vida, e ainda dormia em um berço, a minha irmã mais nova ao acordar saia de forma mágica do seu berço e tocava o terror na casa enquanto minha mãe dormia. Eu acordava e ali mesmo ficava, entretido com brinquedos e outros detalhes.

A curiosidade e a boa leitura podem ser grandes faculdades pra qualquer um. O conhecimento é o maior bem que o ser humano pode ter. Pode ser a maior arma também, tanto pro bem como pro mal. Basta saber usar.

Bom, mas se a graça do blog também é ler sobre as minhas peripécias, vamos lá.

Essa semana fui atender um casal. É sempre uma surpresa quando isso acontece, é interessante ver o comportamento de um casal nessas horas. Fico imaginando como eles chegaram ao ponto de assumir a vontade de dividirem sua intimidade e fantasias com uma terceira pessoa. Imaginar isso chega a ser muito excitante.

Sou totalmente ciente de que isso é e sempre será uma coisa natural. Assim como todo resto de fantasias existentes na cabeça das pessoas. Estou acostumado com tudo isso e acho até interessante.

Já tive outras experiências com casais nesse trabalho. Com duplas de amigos, de amigas. Não tem segredo. Pode ser os dois ao mesmo tempo ou um de cada vez, tanto faz.

Tem de tudo. Tem aqueles que ficam de longe só olhando, os que participam, os que gostam de "finalizar", os que escutam atrás da porta, os que aproveitam e experimentam coisas novas, e os que simplesmente gostam de agradar o parceiro, realizando suas vontades. Tudo é válido. Tudo é um elixir para melhorar um relacionamento.

O lance é que cada vez mais casais me ligam. Talvez porque leiam o blog e sintam que dou mais segurança, talvez, me disseram isso outro dia. O importante é que não tenham medo de tentar, que não tenham vergonha de variar um pouco na hora do sexo.

Fico meio dividido às vezes entre fazer o que quero e fazer o que preciso fazer. Não que eu não queira fazer o que faço. Eu gosto do meu trabalho, gosto de dar prazer às pessoas. Mas de vez em quando preciso sacrificar minhas vontades pessoais. Faço de bom grado, e sem "choramingar", como diz o Felipe. Escolhi esse caminho e sei dos sacrifícios.

Mas essa semana deu um aperto no coração. Estava a um mês esperando chegar a quarta-feira, dia 4. Quando um escritor paulista que eu sou fã de carteirinha veio fazer uma tarde de autógrafos aqui na Livraria Cultura do Salvador Shopping. Fiquei sabendo de última hora que ele só ficaria duas horinhas assinando e fazendo sala para o pessoal.

Só que nessas duas horas amigo, eu tinha que estar em outro lugar, assinando com outra "caneta".

Até cheguei a ir com meu livrinho embaixo do braço. Mas pra tudo nesse mundo existe fila e eu não tinha tempo. Mestre "André Vianco" que me perdoe, mas nosso encontro ficará pra próxima.

"Sou teu fã desde sempre. Todos os seus livros moram na minha estante. E se eu escrevo hoje é porque você me ensinou. Obrigado." Digo isso em voz baixa olhando-o de longe e volto para a minha estrada de tijolos amarelos.

Segui a estradinha até chegar no Corredor da Vitória, um dos bairros mas ricos e tradicionais de Salvador. O destino era um daqueles edifícios que tem escrito "mansão" antes do nome. "Acho chique".

Algo me corroia por dentro de curiosidade, o nome da cliente me era muito familiar. Enquanto repetia o nome para o porteiro tentava lembrar de onde conhecia aquele apelido. Era alguma artista? Gente famosa? Empresária de alguma dessas bandas de axé? Não lembrava, não lembrava.

A entrada era discreta, mas tinha seu charme. Entrei no elevador e subi os andares, mais curioso que de costume. Um apartamento por andar. Sai do elevador, encontrei a porta e dei duas batidinhas. Segundos depois atrás de mim uma parede branca se abriu. Uma parede! Que tipo de gente tem a porta de casa como uma parede?

Uma governanta me convidou a entrar e pediu que eu aguardasse. Quando entrei dei por conta de que estava entrando na casa de alguém muuuito rico. Aquilo parecia um palácio. A sala era colossal, repleta de móveis caros, estampas francesas, objetos de prata, quadros, cores, e uma infinidade de detalhes que não posso descrever aqui. Lindo. Majestoso. Mas acolhedor.

Eu estava sozinho. Fui até a varanda e lá a mesma coisa. Meu apartamento cabia inteirinho naquela varanda, e olha que meu "ap" é bem grande. Algumas plantas decoravam o lugar deixando o clima mais tropical tomar conta. Mas o que mais arrepiava era que uma parede inteira não existia. No lugar tinham imensas janelas de vidro que se estendiam de uma extremidade a outra da varanda. E então eu era abençoado com aquela vista maravilhosa do mar. A Baia de Todos os Santos inteirinha aos meus pés. Aquilo era de dar inveja.

Lá embaixo, o edifício terminava no mar, numa daquelas pequenas marinas onde algumas lanchas poderiam atracar. Muitos dos prédios naquela costa tinham essa opção. Quase todos desciam até o mar.

Esperei então contemplando aquilo tudo. Quarenta minutos se passaram e eu já estava andando de um lado ao outro, inquieto. Não tive coragem de chamar a governanta e perguntar pela minha anfitriã, fiquei com medo de quebrar algum protocolo.

Comecei a pensar todo tipo de coisa. Será que o fetiche dela era ver alguém babando encantado com seu apartamento? Será que ela estava me olhando através de câmeras escondidas? Cheguei a procurar algumas com os olhos. Porque demorava tanto?

Mas acho que estava entendendo um pouco. Quando algumas pessoas ficam ricas daquele jeito perdem a noção do tempo. Passam a viver num outro mundo.

Até que ela veio, toda arrumada e perfumada. Trazendo um charme e uma elegância digna de bom gosto. Sentamos pra conversar e logo aquela imagem que eu tinha foi se desmanchando, ela foi se mostrando uma pessoa maravilhosa e com uma humildade natural, diferente daquilo que ostentava. As pessoas te surpreendem quando você menos espera.

Conheci o resto do apartamento, conheci a história da sua vida, e me encantei com sua personalidade. Uma pessoa que com certeza vai marcar para sempre. Passamos a madrugada inteira dividindo experiências, mas o sexo também não ficou de fora.

Lembrei da "Lady Kate" do Zorra Total e queria que ela me visse ali naquele momento, literalmente "entrando" na High Society.

O trabalho tem dessas coisas. A gente não só faz sexo, beijo e tchau. Se você tiver sorte, e "axé" como dizem alguns, acaba conhecendo pessoas maravilhosas, lugares incríveis, histórias de vida que te ensinam a cada novo encontro.

Você vai conhecendo um mundo a sua volta, maior do que imaginava. Vendo e experimentando coisas que talvez nunca tivesse a oportunidade, levando uma vida normal.

Nessa viagem o caminho pode te trazer coisas boas ou ruins. Basta você escolher o que vai trazer de volta na bagagem.

( “Bebel, minha plima, estou-me aqui num lugar fantárdigo..” )

Gabriel Ferrari.

18 comentários:

  1. é Gabriel, faça uma faculdade mesmo.... Perca mais tempo n, que o tempo voa!
    Adorei o texto de hj, adoro aquela vista do corredor da vitória, realmente é algo magnífico

    ResponderExcluir
  2. Excitante como sempre!! Só um pouco de cuidado para não dar detalhes demais e acabar revelando seus e suas clientes! Continue, meu bravo guerreiro! Excita e muito os seus textos...

    "por muitos anos vivi, do palco ao camarim, pra você me aplaudir e se orgulhar de mim... "
    Valeu!

    ResponderExcluir
  3. sem duvida esse foi um dos seus melhores textos em quê você descreve com detalhes a casa no caso o 'AP' e descreve seus pensamentos de forma intima consigo mesmo,como se o que estivessemos lendo nao fosse escrito e sim saisse da sua mente, é sempre bom ler blogs assim que as pessoas nao tenham vergonha de demonstrar suas açoes nem seus pensamentos, parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Guilherme Marcari13 de junho de 2011 10:38

    KKKKKKKK
    Agora eu gamei mesmo,'' Bebeeel minha plima, me estou-me aqui num apartamento bebeel, que dava para fazer 3 casas de Madame Sufia.''
    A vista é linda mesmo. Fui muito ai no Corredor da vitória .

    ResponderExcluir
  5. Fiquei curiosa com esse seu relato, tenho certeza que essa deve ser mais um dos inúmeros famosos que vc deve conhecer nesta sua jornada...E é justamente de onde mesmo se espera que aparece.Parabéns pelas descrições...Estou mesmo começando a gostar mais dessas suas histórias.

    ResponderExcluir
  6. Li hoje o Correio da bahia e por curiosidade visitei seu Blog.
    Gostei do que li.
    Percebi que você ver as pessoas e as situações com os olhos da alma.
    E extrai delas o que elas tem de melhor.
    Nunca fui GP, mas acredito que sexo é uma necessidade e não tem nada haver com amor.
    tenho 42 anos dois filhos divoriada e graçãs a Deus livre de preconceito.
    Para mim tudo na vida vale a pena.
    O importante na vida é respeitar o outro e sua opções.
    Vera

    ResponderExcluir
  7. Parabéns, vc escreve muito bem ...

    ResponderExcluir
  8. Oii "Gabriel"...depois de ler a matéria no jornal qual eu sou assinante,me vi no computador digitando o endereço do seu blog, tirando a parte que achei interessante, algo na sua entrevista me deixou intrigada, quando vc diz que "ficou queimando a mufa durante 1 ano pensando em entrar nesse "empreendimento"...confesso que tbm tenho vontade...e ela vem seguida de um medo tremendo, pois tenho uma filha...mas deixa esse assunto pra lá...aqui é seu espaço e não meu...kkkk
    Parabéns querido...quem sabe um dia não nos esbarramos nos eventos da vida...;)

    ResponderExcluir
  9. Vc é phoda...
    Irmão...você é o cara...
    Vou acompanhar sempre seu blogger...
    Abraços e sorte..

    ResponderExcluir
  10. Cara, parabéns pelo texto, a riqueza com que você descreve a sua experiencia a fluência das palavras é algo raro de ver num escritor jovem como você.
    Com certeza você tem talento para escrever e pode ter certeza que eu é quem vou estar na fila de autógrafos. Felicidade leke!!! Torço por seu sucesso.

    ResponderExcluir
  11. E VC E UMA PESSOA MUITO INCRIVEL TRANSPARECE A VIDA BEM HUMORADE E DIVERTIDA PASSA A DIVERSIDADE DE CULTURAS E TRASFORMA PENSAMENTOS EM REALIDADES GRANDE GABRIEL.TUDO ISSO NAO VAI DEIXA VC DE SER HONESTO E ETICO CURTA SUA VIDA COMO SE FOSSE SEU ULTIMO DIA

    ResponderExcluir
  12. Gabriel, não vou negar: fiquei curiosa! Um dia, quem sabe, terei coragem e realizarei minha fantasia com vc. Adorei o blog e sua maneira de se expressar. Inteligente, bem humorado, articulado e delicioso! Um pacote perfeito! ;-)

    ResponderExcluir
  13. Olá Gabriel....vi sua entrevista na globo entrei no seu site. Bem novo vc.....te achei super gato.Pela primeira vez estou comentando algo assim......lindooooooooo......suas fotos estao perfeitas...Beijosss e sucesso tá

    ResponderExcluir
  14. hummmmm...eita la em casa

    ResponderExcluir
  15. Pow GABRIEL, parabéns pelo o texto, ficou espetacular,como eu já te disse vc é muito sincero e isso vai te levar muito .
    eu sou o amigo da boca do rio das mensagem.
    Um bom dia tudo de bom.

    ResponderExcluir
  16. Nossa, vc alem d lindo e gostoso, escreve super bem, parabens! Tenho certeza q dentro de vc existe talentos adormecidos, que vc pode desenvolver, vc se expressa bem ao escrever. Desejo tudo de bom, boa sorte e saude! Feliz 2012!

    Paulo - Rio Verde -Goias

    ResponderExcluir
  17. Parabéns por seus comentários, tenho certeza de que vc é uma pessoa extremamente inteligente, escreve bem e sabe expressar o que passa, fico aqui te admirando em todas as formas e pensando, e sonhando ter um homem como vc dentro de mim, parabéns masi uma vez vc é maravilhoso.

    ResponderExcluir